A tecnologia tem sido uma grande aliada na resolução de problemas de saúde. A cada dia novos aparelhos e novas técnicas são implementadas, sempre tendo em vista o bem-estar do paciente. Por isso, conheça hoje a vitrectomia, que trouxe rapidez e precisão para procedimentos oftalmológicos. 

Responsável por tratar diversas patologias vítreo-retinianas, como descolamento de retina, hemorragia vítrea (retinopatia diabética, oclusões venosas, trauma), remoção de corpo estranho intraocular, entre outras, a vitrectomia é um procedimento cirúrgico para remoção do humor vítreo, que é um fluído gelatinoso que ocupa a maior parte do globo ocular. Ela tem o objetivo de manter o formato do olho e diminuir impactos causados pelas doenças oftalmológicas. 

Como é feita a Vitrectomia? 

A cirurgia é realizada com micro-incisões, três a quatro, onde se utilizam micropinças, tesouras, sondas de laser e outros. Em alguns casos, dispensam suturas ao fim da cirurgia e o paciente pode recebe alta no mesmo dia. É um dos procedimentos mais modernos, com utilização de anestesia local associada à sedação. 

Apesar de indolor, este procedimento requer exames oftalmológicos anteriores, para seja realizado com precisão. Além disso, a vitrectomia pode ainda ser utilizada para tratamento de complicações cirúrgicas, como a catarata, infecções, reposicionamento de lente intraocular, edema macular cistóide e outras indicações menos frequentes. 

Onde fazer 

Na Uniolhos contamos com uns dos melhores aparelhos de vitrectomia disponível no mercado mundial, o que é essencial para segurança do paciente e sua melhor recuperação no pós-operatório. Agende sua avaliação conosco e converse com um Médico.